Como vender seu carro 2020 |Artigos

Como vender seu carro


Quando chega a hora de vender seu carro, seja por causa de um upgrade ou de uma mudança de vida, existem duas opções principais: negociá-lo em um revendedor ou vendê-lo em particular. Se você trocar um carro, receberá menos do que o valor do veículo. Isso ocorre porque a concessionária está comprando seu carro para depois virar e vender para outra pessoa. Então, eles geralmente não compram seu veículo com valor de revenda porque não ganham muito dinheiro quando se trata de revendê-lo por conta própria. Embora o valor de troca seja negociável, não espere obter o melhor valor de troca de uma concessionária.

Se você possui um carro, em algum momento você provavelmente vai querer substituí-lo. Quando isso acontece, você tem algumas opções. Você pode:

  • Doe seu carro para uma instituição de caridade
  • Presenteie seu veículo para um membro da família ou amigo
  • Venda seu carro em particular
  • Troque seu carro por um novo modelo

Vendendo um carro em particular muitas vezes pode colocar mais dinheiro no bolso e também significa que você pode informar o novo proprietário de quaisquer modificações ou peculiaridades que o veículo possa ter. Uma venda privada também é uma boa opção para pessoas cujos carros não são aceitos como troca na concessionária onde compram o carro novo. Muitos entusiastas de carros clássicos e entusiastas de carros tuning vendem seus carros em particular, então as chances são de que alguém procurando um carro clássico ou usado não vai olhar para concessionários.

Como os potenciais compradores de carros negociam com base nos aspectos negativos percebidos, você deve abordar esses problemas antes que os compradores possam percebê-los. Existem várias maneiras que você pode ter o melhor sucesso em vender seu carro.

Parte 1 de 7: Preparando o carro para ser vendido

Você pode aumentar as chances de obter um bom preço para o seu veículo ao vendê-lo, limpando-o, escolhendo a melhor época do ano para vendê-lo e ter toda a sua documentação pronta antes mesmo de colocar o primeiro anúncio. Aqui estão alguns dos passos que você deve tomar antes de vender um carro usado em particular.

Etapa 1: decidir quando vender seu carro. Você quer preparar o carro para ser vendido pouco antes de ser realmente vendido, então comece por descobrir o melhor momento para vender seu veículo.

Carros esportivos devem ser vendidos na primavera e no verão.

Carros familiares, sedans, vagões, veículos AWD, SUVs, etc., podem ser vendidos em qualquer época do ano.

Os únicos carros que são melhores para vender no outono e no inverno são aqueles que têm tração nas quatro rodas e carros “batedores” (carros velhos e enferrujados que geralmente são dirigidos apenas no inverno).

Etapa 2: reunir seus registros. Uma vez que o carro está fresco e limpo, então é hora de arrumar a papelada em ordem.

Você já deve ter o título (se não entrar em contato com o DMV) e qualquer informação de manutenção e garantia.

  • Gorjeta: É importante manter registros de qualquer manutenção, pois a manutenção preventiva regular é um indicador sólido de um bom carro. As informações de garantia só são importantes se a garantia ainda for válida. Se a garantia não for válida, certifique-se de obter uma documentação explicando que o carro foi vendido em seu estado atual para um novo proprietário. Aqui estão mais alguns bons pedaços de papel para ter:

Você também deve escrever uma nota de venda, que descreve os termos e condições acordados entre o comprador e o vendedor. Também atua como um registro da transação.

Além disso, elabore um release do formulário de responsabilidade. Semelhante a qualquer outra documentação de responsabilidade, isso existe para protegê-lo caso o novo proprietário se machuque ou falhe no carro que você vendeu.

Parte 2 de 7: Execute a manutenção recomendada

Quando você anunciar seu carro para venda, uma descrição referente à manutenção atualizada aumentará o número de respostas recebidas. Além disso, se a manutenção do seu carro estiver concluída, os potenciais compradores não podem usar esse aspecto para negociar um preço de venda mais baixo.

Passo 1: Troque o óleo. Troque o óleo do motor antes de listar o carro para venda.

Troque o óleo do motor e o filtro para que os potenciais compradores vejam óleo limpo no motor, se verificarem a vareta.

Mantenha um recibo da troca de óleo para provar que a manutenção acabou de ser concluída.

Troque o óleo do motor, mesmo que não seja necessário por alguns milhares de quilômetros.

Etapa 2: Lave o líquido de arrefecimento do motor. O líquido de arrefecimento do motor limpo ou anticongelante mostrará que você cuidou do seu veículo enquanto o possuía.

Mude o refrigerante, especialmente se o carro tiver mais de três anos.

A maior parte do líquido de arrefecimento do motor tem um intervalo de substituição de 5 anos, mas pode parecer sujo muito mais cedo do que isso.

Passo 3: mudar o fluido de freio. Embora o fluido de freio DOT3 não necessite de substituição, a menos que o sistema de fluido de freio tenha sido reparado ou consertado, o fluido pode parecer escuro.

A maioria dos outros fluidos de freio tem um intervalo de dois anos para a substituição.

Fluido de freio fresco, limpo parece cor de mel e também dá a aparência que você cuidou de seu veículo.

Passo 4: Troque o fluido da transmissão automática, se necessário. Fluido de transmissão automática parece vermelho cereja quando é novo.

Se o seu fluido de transmissão parecer marrom ou escuro, altere-o para evitar negociações com base em percepções de manutenção insatisfatórias.

Passo 5: Troque o fluido da direção hidráulica. Se o seu veículo tiver direção hidráulica, troque o fluido se ele parecer marrom ou preto.

A maioria dos veículos usa fluido vermelho para o sistema de direção hidráulica.

  • Nota: Se o seu veículo possui direção hidráulica eletrônica, não há necessidade de manutenção.

Parte 3 de 7: Corrigir problemas cosméticos

Falhas externas podem exigir que você anuncie seu veículo por menos, ou pode até mesmo fazer com que os compradores percam o interesse quando visualizarem seu carro. Reparar problemas visíveis, mecânicos ou puramente cosméticos.

Etapa 1: Reparar lascas de pedra e rachaduras no pára-brisa. Muitas apólices de seguro cobrem chips de vidro sem nenhum custo.

Seu seguro dedutível será aplicado para uma rachadura que requer que o pára-brisa seja substituído.

Os reparos de vidro geralmente levam menos de uma hora, enquanto as substituições de pára-brisa levam algumas horas para serem concluídas.

Verifique com seu agente de seguros para determinar sua elegibilidade para reparos de vidro gratuitos.

Etapa 2: substitua seus pneus. Substitua os pneus por menos de 2/32 de polegada do piso restante.

Meça o seu piso, inserindo um centavo de cabeça para baixo entre os blocos do piso.

Se a cabeça de Lincoln estiver parcialmente coberta, seus pneus estão bem para vender seu carro.

Se o topo da cabeça de Lincoln estiver exposto, você deve substituir os pneus para evitar a redução do preço de venda.

Você pode obter pneus usados ​​de um reciclador automático por menos da metade do preço do novo se quiser economizar dinheiro na instalação de pneus.

Passo 3: Preencha os chips de tinta com tinta de retoque. Repare adequadamente os chips de tinta para minimizar sua aparência para compradores em potencial.

Use uma correspondência de cores exata para evitar que os reparos de tinta de tinta se destaquem para os compradores.

Etapa 4: receba pequenos dentes reparados. Remoção indolor dentada é rápida e relativamente rentável, e aumenta o valor percebido do seu carro.

Se um dente for pequeno, você pode primeiro tentar consertá-lo sozinho.

Parte 4 de 7: Tenha uma inspeção de segurança estadual concluída

Se a inspeção de segurança do seu carro estiver concluída, você poderá cobrar um preço mais alto do que um carro que não tenha sido inspecionado.

Imagem: NY DMV

Passo 1: Traga seu carro para uma estação de inspeção de segurança estadual para uma inspeção. Encontre estações locais perto de você no site DMV do seu estado.

O mecânico concluirá uma inspeção dos componentes de segurança do seu carro para garantir que seja seguro operar nas estradas.

Etapa 2: reparar componentes quebrados. Se houver itens que falhem na inspeção, conserte-os para que você possa cobrar o preço premium do seu carro.

Etapa 3: escolha vender "como está". Se os reparos de seu carro são mais caros do que você deseja pagar, você pode vender seu carro “como está” e incluir uma lista de reparos que precisam ser certificados.

  • NotaUm comprador terá maior probabilidade de pagar um preço mais alto por um veículo com uma inspeção falhada do que um que não tenha sido inspecionado, pois está ciente dos reparos necessários.

Parte 5 de 7: Detalhe seu carro

Fazer o seu carro parecer tão bom quanto novo irá ajudá-lo a obter o máximo de dinheiro com a venda. Concentre-se especialmente na aparência exterior como suas imagens e apelo para fora será o principal fator para obter pessoas interessadas para vir olhar para o seu carro.

Pequenos detalhes podem agregar muito valor ao veículo, então aqui está uma pequena lista de coisas para fazer antes de vender:

Passo 1: limpe o carro completamente, por dentro e por fora. Aspirar o interior, certificando-se de ficar entre os assentos e nas almofadas do assento.

Os tapetes e quaisquer peças interiores removíveis devem ser lavados. Tudo no carro deve ser retirado, então parece ser quase um carro novo. Lave o exterior do carro em um lava-rápido e certifique-se de que não haja muita sujeira e gordura na parte de baixo.

Encerar o exterior do veículo para que a tinta pareça nova e fresca. Um carro brilhante parece bem cuidado.

Passo 2: Lave seu carro completamente. Lave a sujeira, insetos e seiva da pintura do seu carro para mostrar que o carro foi bem cuidado.

Lave as rodas, removendo todo o pó do freio e o acúmulo de sujeira da face da roda.

Aplique o brilho dos pneus aos pneus, restaurando a aparência preta profunda da borracha.

Limpe as janelas por dentro e por fora para que os possíveis compradores tenham uma visão clara de um test drive.

Polir os detalhes cromados e de alumínio na guarnição do seu carro.

Etapa 3: limpe o interior. Remova todos os seus pertences pessoais do carro e limpe o estofamento.

Aspirar os tapetes e os tapetes e aspirar os assentos também se você tiver assentos de tecido.

Se houver lama ou manchas de sal nos tapetes, lave os carpetes com um limpador de carpete automotivo.

Limpe o plástico e o vinil com um pano de microfibra úmido para remover poeira e riscos.

Limpe os assentos de couro com um pano de microfibra úmido.

Se o couro parecer seco e rachando, aplique um condicionador de couro nos assentos.

Parte 6 de 7: Anuncie seu carro corretamente nas áreas certas

Uma vez que você tenha preparado o carro adequadamente, tenha sido inspecionado por um mecânico especializado, determinado quando você quer vendê-lo e tenha preparado toda a papelada e os formulários necessários, é hora de anunciar e vender seu veículo. Antes de anunciar, determine o preço que você deseja para o seu carro. Certifique-se também de tirar boas fotos, o que ajudará a atrair as partes interessadas.

Imagem: Autotrader

Passo 1: Determinar o mercado certo para o seu veículo. De Craigslist para fóruns da web para um simples sinal na janela do seu carro, você tem uma infinidade de opções para vender seu carro com. Alguns sites online populares incluem Craigslist, eBay Motors, Cars.com, TrueCar e Carlypso, entre outros sites.

Se você dirige um veículo de passageiros regular, anuncie em fluxos de mídia comuns, como Craigslist e AutoTrader.

Se você dirige um carro clássico ou antigo, anuncie-o à venda em um site de carros clássicos como o ClassicCars.com ou em sua edição impressa, ou na seção de classificados em Hemmings.com, além das outras opções.

Se você dirige um carro esportivo ou um carro de luxo, anuncie em publicações de alta qualidade como o DuPont Registry.

Etapa 2: seja muito específico. Indique todas as opções que fazem com que seu veículo se destaque dos demais nessa categoria.

Se você tem uma opção muito procurada, como um pacote de acabamento exclusivo ou um mecanismo de alta potência, verifique se ele é detalhado em seu anúncio.

Indique a quilometragem exata que seu veículo tem em seu odômetro.

Seja o mais específico possível explicando o nível de acabamento que o veículo possui.

Etapa 3: liste os reparos. Indique quaisquer reparações recentes ou trabalhos que acrescentem ou reforcem o valor do seu veículo.

Se você adicionou acessórios, substituiu os pneus ou realizou recentemente um ajuste, certifique-se de fazê-lo no anúncio.

Etapa 4: o preço está correto?? Encontrar um bom preço para o seu carro é algo com o qual muitos vendedores de carros particulares lutam, e o preço perfeito para você depende da sua situação pessoal.

Por exemplo, se você está vendendo seu carro porque você precisa do dinheiro de forma relativamente rápida e é justo em forma, seria sensato para o preço do seu carro muito menor do que seu valor nominal.

Por outro lado, se o seu carro está em condição estelar e você não se importa em esperar um pouco, tente avaliar o seu carro um pouco mais alto do que o seu valor e veja qual a resposta dele.

Consulte alguns sites confiáveis ​​para determinar o valor justo de mercado de um veículo, incluindo Kelley Blue Book, Edmunds.com e AutoTrader.com.

  • GorjetaTenha em mente que, ao vender em particular, é de se esperar pechinchar entre o comprador e o vendedor. Você pode querer precificar seu veículo alto para ter espaço para pechinchar e trazer o preço para baixo para o que você realmente gostaria de receber.

Etapa 5: adicione fotos claras. Carregue imagens externas e internas claras do seu próprio veículo.

Resista ao desejo de usar uma foto de estoque do seu carro, pois os compradores querem ver a condição real do carro que estão vendo no anúncio.

Estacione seu carro em um estacionamento vazio ou em uma rua tranquila para tirar fotos, certificando-se de que não haja imagens que distraiam no fundo.

Defina a foto principal como uma foto nítida do exterior.

Etapa 6: inclua suas informações de contato. Inclua um número de telefone e endereço de e-mail. Use o seu número de telefone celular em vez de um número de casa, se possível.

  • Gorjeta: Esteja disponível por várias horas e dias depois de postar o anúncio para responder a possíveis compradores.

Passo 7: Responda prontamente às perguntas sobre o seu carro. Esclareça todos os detalhes que você precisa e ofereça para encontrar para mostrar ao comprador em potencial o carro.

Se você vende um veículo de passeio, não é uma especialidade, um luxo ou um carro clássico, é provável que obtenha as melhores ofertas no primeiro a dois dias de listagem do anúncio.

Se você vende um veículo especial ou de última geração, pode levar várias semanas até que um comprador em potencial responda ao seu anúncio.

Parte 7 de 7: Finalizando a venda

Cada estado tem um conjunto diferente de leis sobre a finalização da venda privada de um carro. Portanto, a documentação necessária para transferir a propriedade do seu veículo para o seu comprador irá variar.

Passo 1: Transferir o veículo. Na preparação para finalizar a venda, talvez você precise coletar quaisquer recibos de manutenção e reparo, bloqueando todos os detalhes pessoais que possam levar ao roubo de identidade.

Além disso, a papelada que você forneceu ao seu comprador, seu estado também pode exigir que você arquive a papelada de transferência, que lhe pedirá oficialmente para:

  • Assine o título e preencha a nota fiscal.
  • Envie os formulários necessários para o seu DMV local.
  • Preencha o formulário Liberação de Responsabilidade.
  • Forneça quaisquer documentos de garantia e registros de manutenção.

Etapa 2: verificar o pagamento. Quando chegar a hora de entregar as chaves, verifique se o pagamento foi verificado antes de conhecer o comprador.

Certifique-se de que todas as verificações foram canceladas e seu banco aceitou qualquer forma de pagamento usada.

Etapa 3: Considerações finais. Quando isso for verificado, você poderá entregar as chaves do novo comprador.

Finalmente, retire sua placa do carro, cancele seu seguro e tenha uma carona para casa no pronto! Deve-se observar que, embora alguns estados não exijam a remoção da placa do veículo após a conclusão da venda, é melhor fazê-lo por precaução.

Se você está vendendo um veículo com apenas um ano ou dois anos ou um veículo que já existe há algumas décadas, você pode esperar bons resultados se seguir essas práticas. Se houver reparos de veículos que precisam ser concluídos antes de vender seu veículo ou se você quiser que um mecânico inspecione a condição do seu carro antes de vender, tenha um mecânico de confiança, como um da Vermin-Club, faça isso por você.

Artigo Anterior

Compreender as luzes indicadoras de manutenção de rotina e serviço da Mitsubishi

Compreender as luzes indicadoras de manutenção de rotina e serviço da Mitsubishi

A maioria dos veículos Mitsubishi está equipada com um sistema de computador eletrônico ligado ao painel de instrumentos. Esse sistema aciona um símbolo......

Próximo Artigo

A melhor ferramenta para mecânicos para diagnosticar problemas elétricos

A melhor ferramenta para mecânicos para diagnosticar problemas elétricos

A maioria dos mecânicos concorda que um dos problemas mais frustrantes para diagnosticar é gremlins elétricos que sempre parecem surgir no pior momento......